quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Filhos

Filhos, como defini-los? Qual sua importância em nossas vidas?
Seres que tem personalidade, intelecto, sentimentos e vontade própria. O início da vida a partir da concepção, com a fecundação do óvulo(gameta feminino) pelo espermatozóide (gameta masculino), trará a existência um ser com as características de seus genitores, qualidade própria da hereditariedade.
Na verdade, reconhecemos sua significação e importância em nossa vida, quando saímos da posição de filhos e assumimos a posição paterna. A veracidade de seu valor bem como sua existência em nossas vidas torna-se fato quando, nos encontramos com uma determinada situação em que eles demonstrem sua total fragilidade e dependência...
Era um final de tarde de sábado. O mês ... Janeiro. O ano 1996. O Filipe já tinha um aninho e estava dormindo enquanto lavávamos o quintal, quando, de repente, ouvimos um barulho.
De imediato, corri para dentro de casa e, ao pé da escada, eu o abracei e o trouxe junto ao meu peito, antes mesmo dele bater com a cabeça na coluna, o que seria fatal. (Foi tudo muito rápido, não sei explicar meu reflexo e agilidade naquele momento!).
Somente Deus poderia me dar tal agilidade.
Ele tinha subido no velotrol, algo que não imaginávamos que o faria, por não saber subir sozinho no brinquedo, e rolou escada abaixo.
Com sua cabeça toda deformada devido as batidas na escada e com seu rosto todo machucado e sangrando, eu o acalentava em meu peito, como se fosse o lugar mais seguro do mundo.
Eu o abracei com todo meu afeto e tentei demonstrar que eu estava ali, que eu era seu pai, seu ajudador, seu socorro.
Mas devo confessar que, enquanto todo este sentimento era refletido no meu abraço, as minhas pernas tremiam, estavam totalmente bambas. Percebi então que não estava ali apenas como o pai do Filipe, mas também como um filho totalmente dependente de Deus.
Filhos, como defini-los?
Filhos são o ápice do sentimento, é o verdadeiro significado do amor, algo que transcende a razão. è o amor, conforme Iº Coríntios, é benigno, não é invejoso, o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. não folga com a injustiça, mas folga com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
"Filhos", o melhor de nós!
Eis que os filhos são herança do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão, como flechas na mão do homem valente, assim são os filhos da mocidade.
Bem aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos, pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irás bem. A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da sua casa; os teus filhos como plantas deoliveira, ao redor da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.
O senhor te abençoará desde Sião ; e tu verás os bens de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos dos teus filhos e a paz sobre Israel.
Agora sei, a cada dia, quando os vejo crescer em estatura e conhecimento, que posso dizer, com a voz da alma e com todas as letras, a cada um deles um singelo e tão sincero: - Filho, eu te amo.

3 comentários:

pastor guedes disse...

Júlio, a Paz!

Parabéns pelo blog e pelo texto. Fiquei muito feliz em ver que você indicou meu blog às pessoas que acessarem o seu.

Deus abençoe você e sua família.

Pr. Guedes

Pr. Cassio Castelo disse...

Paz do Senhor,
Fico feliz por sua vida,
Continue usando todas as ferramentas disponiveis para gloria de Deus.
Escreva tudo que Deus te deu, estarei acompanhando.
Abraços

lais disse...

Certa feita um pastor teve um filho, e este filho na adolescência se tornou gay, mas escondeu até certo tempo e não dando mais para esconder deixou seu pai sabê-lo o qual é claro sofreu muito, dai em diante este rapaz se tornou um a mulher com o uso de hormônios femininos, mas seu pai saia dos cultos e is pelas ruas atrás de seu filho, o encontrava semi-nu, ele tirava o paletó, cobria o filho,o abraçavae e dizia: vim buscar minha herança. e assim foi por muito tempo até que o pastor faleceu, na morte do pai aquele travesti foi na igreja e qual não foi sua surpresa quando uma irmã lhe deu oportunidade chamando à frente uma tal de Paulete, ele foi e quando tomou o microfone o demônio gay saiu dele e Deus naquele instante lhe deu um hino:Aquilo que parecia impossível, aquilo que parecia não ter saída, aquilo que parecia ser minha morte, mas Jesus mudou minha sorte sou um milagre estou aqui.